fbpx

Nesta quarta-feira (11), a advogada Maria Tavares, líder Livres e candidata a vereadora em Maceió, conquistou uma grande vitória para a transparência na Câmara Municipal de Maceió: o acesso às notas fiscais de gastos dos vereadores, informações que não constam no Portal da Transparência.

A advogada já havia tentado o acesso na última semana, mas foi barrada pela vereadora Silvânia Barbosa. Maria então decidiu entrar com um pedido judicial, que foi deferido na última terça (10), para permitir o seu acesso aos dados na Câmara com força policial, caso fosse necessário.

“Encontrei várias notas fiscais que estão fora da legalidade e outras que não correspondem à moralidade administrativa”, contou a candidata ao #LivresNotícia. “Houve gasto no valor superior a 2 mil reais em restaurantes da cidade e até mesmo gastos com day use em locais de diversão.”

A luta de Maria por mais transparência e liberdade em Maceió não começou agora. Em 2018, a advogada sofreu uma tentativa de censura ao denunciar a ineficiência parlamentar do deputado federal Arthur Lira (PP), hoje líder do Centrão e aliado de Jair Bolsonaro. Além disso, no ano passado Maria liderou manifestações contra o aumento no número de vereadores na capital alagoana.

Saiba mais sobre o episódio das notas fiscais no #LivresNotícia: