fbpx
Advogado formado pela UFRN, especialista em Direito do Trabalho com atuação na área trabalhista empresarial. Membro-fundador do movimento Força Democrática RN e da Associação Brasileira pela Legítima Defesa. Líder RenovaBR. Advogado formado pela UFRN, especialista em Direito do Trabalho com atuação na área trabalhista empresarial. Membro-fundador do movimento Força Democrática RN e da Associação Brasileira pela Legítima Defesa. Líder RenovaBR.

Siga nas redes sociais

No mundo inteiro há exemplos de povos e países que saíram da mais indigna miséria e conseguiram prosperidade e reduzir drasticamente a pobreza. Quando não resolveram todos os seus problemas, entraram numa rota de desenvolvimento que fatalmente culminará numa sociedade bem melhor para as pessoas. E é em cima desses exemplos que nós do Rio Grande do Norte precisamos trabalhar. Chega de permanecer repetindo o mantra de que somos um estado cheio de potencial, repleto de riquezas e belezas naturais. Somos tudo isso sim, mas até quando vamos nos contentar em repousar num imenso potencial subutilizado enquanto outros povos, bem menos abençoados com dotes naturais, avançam a passos largos rumo à prosperidade?

Coréia do Sul, Hong Kong e Austrália são alguns países que conseguiram trilhar este caminho de sucesso e contemplaram seus povos com uma nova vida. Ruanda, encravada numa África ainda miserável e massacrada por um genocídio tenebroso em 1994, virou a chave, entrou na rota do crescimento e em breve será um novo país, mais desenvolvido e com menos pobreza. Esses, sim, são exemplos que nos servem! E por trás desses casos de sucesso está algo aparentemente simples, mas de grande valor: a liberdade. Liberdade para empreender, liberdade para inovar, liberdade para crescer, enfim, liberdade para viver e se desenvolver dentro de um ambiente organizado. Tudo isso nos mostra que é um povo livre e senhor do seu destino que leva um país, um estado ou uma cidade adiante. O resto vem em auxílio como condições naturais a serem bem exploradas em prol do desenvolvimento.

Estimular a inteligência produtiva com boa educação, mapear nossas reais vocações, criar um ambiente de otimismo, liberdade e participação numa obra maior, eis aqui os elementos que são necessários para uma mudança de rumo. São tarefas a serem divididas as entre os atores sociais: Estado, empresas, cidadãos, terceiro setor, instituições do terceiro setor etc. Não será do dia para a noite, mas penso que são os passos obrigatórios para que sigamos aqueles belos exemplos de povos que decidiram sair da miséria e lutar, em conjunto, por uma nova vida, mais justa, próspera e feliz.

Vai ser fácil? Não! Mas precisamos começar, precisamos agir. Mas também pensar! Pensar o RN e em como envolver todo mundo nesse pacto urgente e necessário! Pensar o RN e em como dar a partida nessa corrida em busca de um novo tempo! Nem que demore, nem que não chegue logo, mas que seja dado o primeiro passo, e que nessa pisada inaugural já seja possível enxergar, mesmo que ao longe, o destino de todos nós, POTIGUARES cheios de esperança, otimismo e sedentos por libertação! E que seja esta uma imagem tão bonita e animadora que a caminhada acelere, tome ritmo e atraia mais e mais conterrâneos, novos e velhos, a nos estimular, a nos motivar, a nos ajudar a chegar logo nesse tão sonhado destino, de onde todos nós, no futuro, possamos olhar para trás e nos orgulhar da extraordinária obra erguida com o suor e a inteligência de todo um povo repleto de força e determinação!