fbpx

O internacionalista Pedro Rafael, líder Livres no Rio de Janeiro, entrou nesta terça-feira (1) com uma ação popular com pedido de afastamento do atual prefeito da capital Marcelo Crivella após as denúncias de que a Prefeitura mantém funcionários apenas para atrapalhar o trabalho da imprensa em hospitais públicos.

“É um abuso total com a cidade do Rio de Janeiro”, contou Pedro. “É absurdo que o nosso erário, o nosso dinheiro, seja usado para impedir o livre arbítrio e a livre iniciativa do jornalismo. Eu sou formado em Relações Internacionais, tenho o DRT de jornalista, e acho isso absurdo seja aqui ou em qualquer lugar”.

A ação também visa o afastamento dos funcionários autodenominados “guardiões do Crivella” por conta do crime de desvio de finalidade e em afronta aos princípios constitucionais da moralidade, probidade e impessoalidade da administração pública.

“É cristalino o envolvimento direto [de Marcelo Crivella] com os atos praticados por eles, sendo, minimamente, co-partícipe das ações administrativas ímprobas, parciais e ilegais”, destaca a ação.

Siga Pedro Rafael nas redes sociais para ficar por dentro do caso.