fbpx

Na civilização do espetáculo, o entretenimento é um valor supremo. E o maior temor de um produtor de conteúdo é o que Octavio Paz chamava de “o grande bocejo”. Vamos refletir sobre a cultura do nosso tempo e as condições que ela apresenta para a liberdade individual a partir da obra daquele que é possivelmente o maior intelectual vivo da América Latina: o escritor, ensaísta e político peruano Mario Vargas Llosa, que completou 80 anos no último 28 de março.

Neste #LivresEntrevista, Mano Ferreira recebe Eduardo Wolf, professor de filosofia da UnB, fundador do portal Estado da Arte, do Estadão e associado do Livres; e Eduardo Cesar Maia, jornalista, crítico cultural, coordenador do Café Colombo, doutor em literatura e também associado Livres.