fbpx

Representado por Lucas Franceschi, associado do Paraná e coordenador da setorial McCloskey de diversidade, o Livres esteve presente no Seminário de Políticas Públicas LGBTI, que aconteceu entre os dias 14 e 16 de setembro na cidade de Brasília (DF). Organizado pela Aliança Nacional LGBTI+, o encontro visou discutir projetos e estratégias de advocacy para garantia de direitos da população LGBTI.

O encontro contou com a participação de representantes de diferentes segmentos do movimento pela diversidade, que além de acompanhar oficinas de formação se reuniram com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP/AL). O fortalecimento da cidadania da população LGBTI foi assunto central da reunião.

Entusiasmado com os desdobramentos do Seminário, Franceshi comentou sobre a importância de liberais ocuparem espaços de debate e elaboração de políticas públicas, majoritariamente ocupados por lideranças e grupos de esquerda. “Não existe vácuo de poder na política. Se não participarmos ativamente, vamos continuar com a mentalidade estatista e muitas vezes populista norteando as soluções para os problemas decorrentes das discriminações de gênero e sexualidade. Precisamos aprovar e desenvolver projetos emancipatórios e o movimento liberal pode contribuir muito nesse sentido”, disse.

Um dos desdobramentos do encontro foi a mobilização por uma Frente Parlamentar em defesa da cidadania LGBTI+ no Congresso Nacional. Como contribuição para o projeto, ainda em fase de estruturação, uma das principais propostas defendidas pelo Livres foi de que o estatuto da Frente incorpore evidências como base das propostas defendidas pela organização.