fbpx

O Livres é um dos organizadores da Semana da Liberdade de Impostos em Manaus, no Amazonas. A grande novidade para 2018, é que a campanha, antes realizada somente em postos de combustíveis, este ano será realizada nos dois tradicionais e mais acessíveis centro de compras de Manaus, onde as lojas estarão vendendo produtos por um preço equivalente ao que teriam sem a cobrança de impostos. A ação é organizada em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas, o Instituto Ajuricaba, a rede Students For Liberty e a Rede Liberdade.

“A semana da liberdade de impostos é uma série de eventos que vão desde feijoada, lanche e chopp sem impostos até o grande dia da liberdade de impostos, em 24 de maio, no Amazonas e Manauara Shopping, que vão fazer um evento inédito. Com essa diversidade de adesões à campanha, podemos dizer que Manaus está fazendo história na luta pela redução da carga tributária. Quando a carga tributária é alta, os mais afetados somos todos nós, consumidores, que precisamos pagar mais caro por produtos e serviços sem receber uma contraprestação adequada”, explica Julio Lins, liderança do Livres no Amazonas.

O presidente da CDL Manaus, Ralph Assayag, disse que o Dia da Liberdade de Impostos é importante para informar aos consumidores que a cada ano que passa a carga tributária cobrada pelo governo aumenta. “Com isso o cliente pensa que são os lojistas que aumentam o preço, quando na verdade, são os impostos cobrados que elevam o preço da mercadoria”, afirmou.

Para o superintendente do Amazonas Shopping, Rodrigo Vabo, a ação é uma forma de atender especialmente aos seus clientes.  “É uma grande satisfação para nós participarmos mais uma ano do DLI, dando esse apoio ao nosso grande cliente que é o lojista. Evidenciando sobre a alta da carga tributária que incide sobre os nossos produtos. Vamos estar desde a abertura até o fechamento dando apoio aos lojistas e aos consumidores”, enfatizou.

O superintende do Manauara Shopping, Fábio Deganutti, está otimista com a campanha deste ano. “A nossa percepção é que este evento vem ganhando força a cada ano. A gente percebe que agora o lojista procura, o cliente procura e defende essa ação. Esperamos que 80% das nossas lojas participem e que estejam engajadas nessa campanha. Acreditamos que as vendas possam aumentar em até 50% nesse dia. Quase um novo Natal e um novo Black Friday”, ponderou.

A campanha contará com a participação de cerca de 200 lojas de segmentos como calçados, vestuários, restaurantes e eletroeletrônicos. Em Manaus, os shoppings vão oferecer produtos sem o valor proporcional aos impostos cobrados, que podem chegar até a 80% do valor original. Para ter acesso as lojas participantes, o consumidor poderá baixar o aplicativo Twain, que irá disponibilizar, além dos estabelecimentos disponíveis, os produtos, preços, e o valor abatido dos tributos cobrados nos itens. Além do aplicativo, todas as lojas participantes da campanha estarão identificadas através de adesivos e informativos contendo os produtos sem a cobrança dos impostos.

Em 2018, o manauense trabalhará 161 dias somente para pagar impostos, enquanto que em 2017 esse número foi de 153 dias, pouco mais de 5 meses, de acordo com o IBPT – Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário.