fbpx

Em entrevista ao #LivresNotícia desta segunda-feira (9), o vereador Rodrigo Zara, líder Livres em Conquista (MG) e candidato a reeleição pelo Progressistas, falou sobre os desafios de avançar com pautas liberais no interior de Minas Gerais.

Rodrigo contou que um dos problemas que encontrou ao assumir o mandato foi a alta ineficiência e a falta de produtividade da Câmara Municipal. “Falo com tranquilidade que as casas legislativas em cidades pequenas, no cenário atual, não precisariam existir”, disse. “Reuniões quinzenais, de 1h ou 1h30, com 9 vereadores… E isso custa 2 milhões de reais por ano”.

O vereador aponta que a Câmara acaba funcionando apenas como um “carimbador de papeis” para a Prefeitura. “Temos oito comissões permanentes na Casa e elas não se reúnem, não debatem políticas públicas”, protestou. “E elas funcionam apenas como “carimbador de papeis” para o plenário”.

Além disso, Zara também destacou que na cidade ainda existe a cultura de que a Prefeitura é geradora de empregos. “Conquista tem um potencial turístico muito grande, precisamos explorar essas potencialidades”, defendeu. “Nós temos, por exemplo, o primeiro centro espírita rural do país. Precisamos de um planejamento para atrair as pessoas”.

Confira a entrevista completa no #LivresNotícia: