Senador parceiro do Livres, o alagoano Rodrigo Cunha renunciou oficialmente esta semana à aposentadoria especial. O privilégio é garantido a todos os parlamentares do Congresso e dá um benefício muito maior do que o teto recebido pela maioria dos aposentados do Brasil.

“Eu não concordo com uma disparidade como essa, e por isso abri mão. O fim dos privilégios começa com a atitude que tomamos no dia a dia”, afirmou Rodrigo Cunha nas suas redes sociais.

A recusa do benefício vai de acordo com o apoio do Livres à Refoma da Previdência proposta pelo grupo do economista Paulo Tafner, que busca solucionar o déficit gigantesco da área e as grandes desigualdades sociais derivadas da estrutura atual da Previdência.

Conheça mais sobre a proposta Tafner no LivresCast especial sobre o tema aqui.