fbpx

Em maio, o professor Gabriel Azevedo, vereador associado do Livres por Belo Horizonte (MG), foi eleito presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar “a omissão da BHTrans frente ao desrespeito constante das normas de prestação do serviço de transporte público coletivo de passageiros no município, pelas concessionárias responsáveis”.

Desde então, os avanços foram muitos. Investigados exonerados, quebras de sigilo telefônico, fiscal e bancário realizadas. A CPI representou uma verdadeira abertura da caixa-preta da empresa.

No último mês, Gabriel apresentou à Prefeitura um projeto de lei para então extinguir a BHTrans e logo recebeu apoio da população e do prefeito Alexandre Kalil (PSD).

O vereador conversa com o LivresCast nesta sexta-feira (6), a partir das 18 horas. Acompanhe em youtube.com/livres.