fbpx

A advogada Maria Tavares, líder Livres em Maceió/AL, obteve vitória no processo que pedia a anulação do título de honoris causa dada ao ex-presidente Lula na Universidade Estadual de Alagoas (UNEAL) em 2017. O caso foi analisado pelo Tribunal de Justiça do estado e o juiz Carlos Bruno de Oliveira Ramos, da 4ª Vara Cível de Arapiraca, determinou a suspensão e consequente nulidade do ato.

A universidade chegou a realizar em agosto daquele ano um evento com o ex-presidente durante sua caravana pelo Nordeste. Na época, Lula já havia sido condenado pelo crime de corrupção no caso do triplex do Guarujá e seria preso oito meses depois.

A UNEAL informou em nota que vai recorrer. Segundo a universidade, “a sentença da 4ª Vara Cível de Arapiraca não somente afronta o Conselho Superior da instituição, órgão máximo que aprovou o título honorífico, mas também fere a Constituição Federal, que garante autonomia às universidades brasileiras”.

Maria Tavares contou sobre o caso ao #LivresNotícia desta terça-feira (13). Confira: