fbpx

Com a expansão do programa de setoriais do Livres, que teve início há pouco mais de 4 meses, a pasta do agronegócio ganhou uma setorial própria que será coordenada pela advogada Cláudia Costa.

Cláudia é formada em direito pela PUC-SP, MBA em gestão empresarial pela Fundação Getúlio Vargas e LL.M. em direito internacional pelo Graduate Institute of International and Development Studies em Genebra. Possui 8 anos de experiência em direito societário, mercado de capitais e operações financeiras, focado em empresas do agronegócio. Além de experiência com as regras da OMC em comércio internacional em agricultura e soluções de controvérsias.

Além do agronegócio, o Livres também conta com setoriais voltadas para educação, mobilidade, meio ambiente, games, saúde, artes e cultura, LGBTI+, segurança e justiça, estratégias eleitorais e combate ao racismo. Elas são órgãos consultivos e propositivos do Livres. Suas atuações são definidas por suas temáticas e podem abordar a produção de textos, vídeos, webinars, notas técnicas, entre outros.

Para ser membro da setorial de agronegócio, basta ser um associado adimplente e baixar o app do Livres (clique aqui). Lá, é possível encontrar o link para ingressar no grupo.

Confira o recado da coordenadora Cláudia Costa: