Instável, Portal da Transparência chegou a ficar fora do ar durante campanha eleitoral

Fora do ar por diversas vezes, o Portal da Transparência é alvo de um movimento sutil da gestão de Paulo Câmara para prejudicar a sociedade civil durante a corrida eleitoral de 2018. É o que afirma Karla Falcão (PPS), candidata a deputada estadual, em manifestação enviada ao Ministério Público Federal e protocolada no Ministério Público de Pernambuco na quarta-feira (19). No documento, ela afirma que a indisponibilidade de informações de interesse público impede que a sociedade e os próprios candidatos chequem as informações divulgadas nas propagandas eleitorais do governador e seus aliados.

“Não foi uma vez; não foram duas vezes. O Portal da Transparência chegou a ficar indisponível durante três dias seguidos no começo do mês, uma situação que só foi corrigida após manifestação enviada por um voluntário de nossa campanha à Ouvidoria do Estado”, denuncia Karla Falcão. “Agora, o site continua apresentando instabilidade e algumas funções do Portal estão fora do ar para a população, que fica refém da propaganda eleitoral sem poder checar os dados que são divulgados”, complementa a líder do RenovaBR, do Livres e da RAPS em Pernambuco.

Segundo o documento entregue ao Ministério Público, os fatos denunciados constituem infração à Lei Federal de Acesso à Informação e ao princípio administrativo da publicidade, estabelecido pela Lei de Improbidade Administrativa. Além disso, a candidata argumenta que existem indícios de abuso de poder político por parte do governador, já que a indisponibilidade do Portal da Transparência prejudica a campanha de candidaturas da oposição ao atual governo.

“É imprescindível que o MP atue com celeridade nesse caso. A continuidade da situação que estamos denunciando causará prejuízo irrecuperável ao processo eleitoral e à democracia. A gente não pode ficar refém da desinformação. Todo pernambucano tem direito a saber o que acontece com o nosso dinheiro. É por isso que pedimos ao MP que instaure um inquérito com urgência para apurar esses fatos”, declarou a candidata.

Uma das bandeiras da campanha de Karla é a defesa intransigente da fiscalização de gastos e serviços prestados pelo Governo do Estado, trabalho que ela já vem executando como ativista pela transparência. Seus vídeos de fiscalização, publicados em sua página no Facebook, chegaram a ganhar repercussão nacional, compartilhados pelo Ranking dos Políticos, com mais de 1 milhão de seguidores na rede.