fbpx

Após muito trabalho e diálogo com o governo de Minas e setores do transporte, o deputado estadual Guilherme da Cunha (NOVO), associado do Livres, conquistou as alterações necessárias na regulamentação dos transportes fretados de passageiros no estado para ampliar a concorrência e aprimorar os serviços destinados aos consumidores. Nesta quarta-feira (13), o deputado, a convite do Governador Romeu Zema (NOVO), participou do ato de assinatura do decreto que consolida a mudança nas regras para operação de serviços de ônibus fretados e de aplicativos conhecidos como Uber de ônibus. O novo decreto permitirá ao setor de transporte mais liberdade, gerando concorrência, preços mais baixos e mais oportunidades de trabalho para todos.

Entre as alterações apresentadas, foi extinguida a exigência de finalidade específica para a contratação de frete eventual de passageiros. E quem utilizar o frete de passageiros poderá optar por viajar apenas o trecho de “ida” sem a necessidade de utilizar o mesmo serviço de volta, dando fim ao chamado “circuito fechado”. E, ainda, sobre a lista de pessoas que serão transportadas, não haverá mais necessidade de 12 horas de antecedência para informar a lista de passageiros que contrataram um frete, uma regra arcaica que não mais era compatível com os recursos atuais de internet e smartphones.

Para o deputado Guilherme da Cunha, trazer mais liberdade para o setor de transporte representa inúmeras vantagens. “O consumidor terá mais opções e empresas vão concorrer pela preferência dele. O reflexo disso são ônibus mais confortáveis, mais opções de horários e destinos e, principalmente, menores preços. Vai ficar mais barato viajar em Minas”, destacou o parlamentar.

Guilherme também atenta sobre os benefícios das mudanças para o aumento da segurança dos passageiros que hoje, por falta de opções, usam serviços clandestinos. “A mudança conquistada abre uma gama de opções para o passageiro escolher entre os serviços e aplicativos de ônibus fretados que são rigorosamente fiscalizados, evitando que optem por transportes ilegais e clandestinos na hora de viajar”.

Desde o início do seu mandato, o deputado Guilherme da Cunha trabalha pelo livre mercado nos transportes e agora comemora esta conquista que preza pelo interesse maior da sociedade por alternativas inovadoras de transportes que ofereçam mais segurança, mais opções de horário e preços mais baixos.