Três novas lideranças do Livres em São Paulo estão reforçando a participação feminina nestas eleições: Andrea Spinola, Roberta Grabert e Cristina Monteiro. As três são candidatas ao legislativo nessa eleição. Enquanto Andrea disputa como deputada federal, Roberta e Cristina são candidatas a deputadas estaduais, todas pelo partido Novo.

Andrea Spinola (3063) – @spinolanovo

Andrea Spinola é advogada com mestrado na área tributária pela PUC-SP, carioca que mora há 26 anos na capital paulista. Passou por algumas das maiores bancas de advocacia do país, reconhecidas por sua excelência e técnica. Andrea divide seu tempo entre advogar e participar da Best Budies, uma ONG de inclusão de pessoas deficientes mentais no mercado de trabalho. Como candidata, Andrea quer apoiar as reformas mais que necessárias, como a da Previdência, além de uma reforma tributária séria. Outra pauta que tem como foco é a de inclusão de pessoas com deficiência intelectual nas escolas e mercado de trabalho. O corte de privilégios políticos, começando pelos próprios, é uma coerência que Andrea quer manter.

Roberta Grabert (30.018) – @robertapintograbert

A candidata Roberta Grabert é médica ginecologista-obstetra formada pela USP, pós-graduada em Gestão de Saúde pelo Insper. Tem um consultório e trazer crianças ao mundo é sua paixão. Além disso, trabalha na parte administrativa de planos de saúde e hospitais há anos, já tendo passado pelos principais da capital . Roberta é ainda madrinha do CEARIBA- uma escolinha de futebol para meninos do Real Parque, na Zona Sul de São Paulo. Suas propostas são a desburocratização das práticas médicas, regulamentação positiva da prática de telemedicina no estado de São Paulo, em parceria públicos-privadas. Para ela, fim de privilégios dos políticos é a chave para recuperação da confiança nas instituições, além da transparência nas contas – duas pautas prioritárias para a Roberta.

Cristina Monteiro (30.002) – @cris30.002

Cristina Monteiro é formada em Ciências Contábeis e desde a década de 1990 vive em São Paulo. Sua trajetória profissional começou com empresas de auditoria, depois das quais Cristina ingressou no mercado financeiro pelo JP Morgan, maior banco de investimentos americano, onde foi diretora para América Latina e Canadá. Alguma de suas principais propostas e ideias são a parceria com a iniciativa privada para dar vagas ociosas em creches para crianças carentes, a equidade de gênero no mercado de trabalho através de política não intervencionistas em relação às atividades das empresas e a simplificação dos impostos estaduais.

As três foram sabatinadas pelo Livres no Vitrine E-Sport Bar na Rua Augusta, centro de São Paulo. Cada uma contou um pouco sobre si e suas propostas de mandato.

Além delas também temos outros candidatos em São Paulo. Você pode saber mais sobre eles no site das candidaturas do Livres.