Esse mês o excesso de regulação do estado brasileiro produziu mais um caso pitoresco.

A rede de TV FOX, que produz o famoso desenho animado os Simpsons, resolveu disponibilizar sua programação gratuitamente através de um aplicativo, buscando experimentar uma nova estratégia de modelo de negócios. Tão logo soube da iniciativa, uma operadora de TV a cabo ingressou com um processo na Anatel, a agência reguladora de telecomunicações, a fim de proibir a ação da FOX. Você sabe como é perigoso assistir aos Simpsons de graça…

A fim de cobrar esclarecimentos e planejar as providências possíveis para que absurdos como esse não voltem a se repetir, o deputado federal Marcelo Calero, associado do Livres e membro titular da Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados, convocou uma audiência pública com a presença de todos os envolvidos. O debate está acontecendo agora, neste dia 11 de julho.

É impensável que esse tipo de restrição descabida continue acontecendo em uma área tão crucial para a cultura, setor onde liberdade e abertura a inovação são especialmente fundamentais em todos os sentidos.