fbpx

O vídeo do ex-secretário da Cultura Roberto Alvim é o ponto mais alto até aqui da escalada de loucuras do governo Bolsonaro. Além da absurda referência ao Ministro da Propaganda da Alemanha Nazista Joseph Goebbels, o pronunciamento anunciou uma política pública igualmente absurda e de caráter nazista. Em uma democracia liberal, o governo não pode jamais definir o que é a cultura nacional.

Debatemos até onde o autoritarismo pode avançar e como devemos lidar com ele. Medida pelo jornalista Mano Ferreira, a conversa contou com a participação de Magno Karl e Paulo Gontijo, diretores do Livres.