fbpx

O Livres integra a coalizão ampla e multi-ideológica pelo Super Impeachment, ao lado de mais de 50 organizações da sociedade civil. Como já demonstramos em Parecer Técnico publicado em nosso site oficial, os inúmeros crimes de responsabilidade sistematicamente cometidos por Jair Bolsonaro contra a Saúde Pública e a Democracia contrariam os deveres constitucionais da Presidência da República e põem em risco a vida dos brasileiros e a integridade das instituições que protegem nossas liberdades. É preciso dar um basta.

Desde o início da pandemia, atuamos com intensidade na busca de soluções para a crise sócio-sanitária, na vigilância contra os desvios e no ativismo solidário, com atenção especial aos que mais precisam. Em nossos chamados à responsabilidade, utilizamos o mote: “se puder, fique em casa”.

Apesar da ativa sabotagem do presidente, as medidas de distanciamento social são muito importantes para conter o avanço do vírus enquanto a vacina não chega ao braço de todos os brasileiros.

Ao mesmo tempo, sempre ponderamos a necessidade de que as medidas sejam proporcionais, previsíveis e regularmente reavaliadas, levando em consideração as distintas realidades locais e individuais. Há vários meses, também temos atuado pela reabertura segura das escolas, por reconhecermos os graves prejuízos causados aos estudantes sem aulas.

Neste momento, o presidente segue investindo em ameaças contra as liberdades democráticas e atacando a credibilidade do sistema eleitoral, razão pela qual lutamos contra ele nos tribunais. Já o trabalho da CPI da pandemia descortina evidências de corrupção no ministério da saúde, com indícios de que a vida dos brasileiros foi desprezada em nome da roubalheira.

Quando as instituições travam diante da urgência da realidade, a sociedade precisa pressionar. Nossa indignação já não cabe em nossas casas. A vida, a liberdade e a democracia estão sob ataque e precisam de defesa. Os riscos da pandemia são reais. Os riscos de Bolsonaro também.

Com prudência e responsabilidade, a avaliação, como sempre, cabe a cada indivíduo. Não existe uma única resposta certa ou legítima. Priorizar o cuidado com a sua saúde e da sua família é uma atitude extremamente sensata e conta inteiramente com o nosso apoio. Nesse caso, não deixe de manifestar sua indignação nas redes sociais e nas suas janelas.

Com igual responsabilidade, alertando para todas as medidas de redução de riscos – que incluem máscara PFF2, álcool gel e o distanciamento possível -, também fazemos um chamado: se puder, vá às ruas contra Bolsonaro.

Preparamos um manual com dicas para manifestações livres e seguras. Clique aqui para acessá-lo na íntegra.